Autor confesso de 24 homicídios em Alagoas é morto durante operação policial

Erivaldo Francisco Neves de Oliveira, de 49 anos, que estava foragido da justiça de Alagoas após confessar o assassinato de 24 pessoas, incluindo o próprio irmão, foi morto em uma troca de tiros ocorrida durante o cumprimento de um mandado de prisão, neste sábado (1), em Canhotinho, interior de Pernambuco.

De acordo com as informações do delegado Gustavo Xavier, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Polícia Civil, a ação realizada por equipes do Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (Tigre), da Polícia Penal de Alagoas com apoio da Delegacia Regional de Garanhuns (18ª Desec), da PC de Pernambuco, foi para prender o criminoso que deixou o sistema prisional, rompeu a tornozeleira eletrônica e fugiu.

O foragido, segundo a polícia, estava em Pernambuco, onde articulava novos crimes ligados a homicídios e tráfico de drogas na região. De acordo com o delegado, ao chegar no endereço informado as forças policiais foram recebidas a tiros e, ao revidar, atingiram Erivaldo. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital de Garanhuns, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

De acordo com a polícia, o foragido tinha sido solto em fevereiro deste ano, após 30 anos detido no sistema prisional. Ele havia confessado o homicídio de 24 pessoas, sendo uma delas o próprio irmão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *