Braskem explica vazamento de salmoura de óleo na Lagoa Mundaú em Maceió

A Braskem se posicionou sobre o vazamento de salmoura de óleo em um trecho da Lagoa Mundaú, em uma área de preservação no bairro do Mutange, em Maceió, após um procedimento na região. Esse vazamento está sendo investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) e o Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e ocorreu no passado.

Em resposta a Folha de São de Paulo, a empresa afirmou que o vazamento ocorreu por uma falha operacional e a quantidade que atingiu a lagoa foi pequeno.

Em nota, a Braskem completou dizendo que “houve um pequeno vazamento salmoura com traços de óleo que atingiu as margens da Lagoa Mundaú durante procedimento de rotina. Os trabalhos foram interrompidos imediatamente e o Instituto do Meio Ambiente de Alagoas foi notificado foi notificado formalmente logo em seguida e acompanhou a remoção do produto”.

A empresa disse ainda que não houve dano socioambiental, sendo adotado todos os procedimentos para remoção do óleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *