Um levantamento de dados realizado pelo Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (Igdema) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) mostrou que nas últimas semanas cidades turísticas alagoanas apresentaram um crescimento no número de casos de Covid-19, além do número de mortes.

Com a base nas informações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Maragogi apresentou uma alta de 13,6% somente na última semana, acompanhada do município de Barra de Santo Antônio que tem maior taxa no número de mortes.

Na Barra de Santo Antônio a média dos óbitos chegou a 9,7%. Na última semana, o instituto mostrou que somente Maragogi registrou uma média 99 casos e na semana anterior registrou 78 casos. Dos outros municípios, Piranhas também apresentou um crescimento de 9,2%, Poço das Trincheiras teve um aumento de 13,2% e Novo Lino com 10,2%.

Alagoas registrou 545 novos casos e nove mortes por Covid-19, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta terça-feira (23). O estado tem um total de 129.046 casos confirmados do novo coronavírus, dos quais 2.204 estão em isolamento domiciliar.

Outros 123.483 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença.

Há 9.664 casos em investigação laboratorial e, no total, Alagoas tem 2.949 óbitos por Covid-19.