Duplo homicídio em Marechal Deodoro foi motivado por vingança, diz PC

A Polícia Civil concluiu o inquérito que apura o atentado que resultou na morte de duas pessoas e deixou uma terceira gravemente ferida, na Rua dos Cajueiros, na Cidade de Marechal Deodoro. Depois da prisão em flagrantes dos responsáveis pelos crimes, a Polícia Civil concluiu que o crime foi motivado por vingança.

De acordo com informações da equipe da 17º Delegacia de Polícia, em Marechal Deodoro, um dos autores do crime confessou que estava vingando a morte de uma familiar, Tainá da Silva, crime ocorrido em 2014. Na ocasião, Tainá deixava uma boate na companhia do namorado e de uma terceira pessoa quando foram baleadas por  Walterline, 34 anos, conhecido como Tedy.

Tainá morreu na hora, o namorado morreu no Hospital Geral do Estado (HGE) e uma terceira pessoa ficou ferida, mas se recuperou. O assassino esperou seis anos para vingar as mortes.

Tiroteio e Mortes

Na noite de ontem, 22, os criminosos chegaram à casa de Tedy para executá-lo. No momento do atentado, ele estava trabalhando na reforma da casa. A vítima foi surpreendida pelos disparos. Na tentativa de defender Tedy, sua tia, Neildes Rocha da Silva, 48 anos e seu pai, José Walter da Silva Santos, 54 anos, foram baleados.

Segundo depoimento do assassino, ele estava numa adrenalina tão alta que saiu atirando em Tedy e não recuou nem quando os familiares atravessaram na linha de tiro para defendê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *