Petrônio e Regivaldo devem tentar renovar o Parlamento em 2020

PAULO AFONSO – Para usar de profunda franqueza, o ex-vereador Petrônio Nogueira (PDT) sempre diz que está muito bem obrigado, e que não pensa mais em ser candidato a vereador. Pelo menos foi assim em nossa última conversa. Quanto a Regivaldo Coriolano (PT), secretário de Indústria, Turismo e Comércio nunca escondeu sua preferência pelo Legislativo.

O fato é que se realmente Anilton Bastos (Podemos) mantiver firme sua saída do grupo de Luiz de Deus (PSD) para uma candidatura decidida por ele, como deixou claro em sua entrevista ao repórter Gil Leal, na última semana, Petrônio Nogueira será, tudo leva a crer, um aliado, não há de deixá-lo na mão.

Já Regivaldo, deve permanecer onde está porque para ele, a prefeitura deu de tal sorte um aparato como se nunca se viu a nenhum político que, a bem da verdade, é um estranho.

Regivaldo e Luiz de Deus misturam-se tanto politicamente como água e óleo, mas numa base de coalizão como foi esta para garantir a vitória, não se observa muito a cor dos olhos um do outro.

Dadas as considerações e a irrelevância como a qual o eleitor trata a Câmara Municipal, caso decidam pelo pleito, Petrônio e Regivaldo serão sim, “os mais novos” do Parlamento.

Fonte: Ivone Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *