Polícia examina cópia de prova do concurso da PM e celulares apreendidos com suspeito de fraude

A Polícia Civil vem analisando uma cópia de prova da Concurso da Polícia Militar apreendida com um suspeito de fraudar o concurso para tentar encontrar qualquer evidencia ilícito durante o processo. O material foi apreendido durante o final de semana na residência do suspeito, juntamente com aparelhos celulares.

De acordo com o delegado Gustavo Xavier, a prova passará por todos os exames técnicos da polícia, assim como os aparelhos celulares. O suspeito foi detido e depois liberado, mas seu nome consta na lista dos aprovados no certame.

Apesar da determinação de abertura de investigação da Secretaria de Segurança Pública, o delegado afirma que não ainda não há qualquer indício de fraude.

“Até agora não há nada de concreto que venha macular a lisura do concurso público da Polícia Militar de Alagoas. No entanto, um trabalho investigativo sério esta sendo iniciado para apurar todas as informações pertinentes ao caso. Em breve nós traremos uma resposta à sociedade”, disse o delegado em entrevista a TV Gazeta

Candidatos eliminados 

De acordo com o Cebraspe, a identificação dos fraudadores é possível por meio dos protocolos de segurança para o concurso. Ainda segundo a banca organizadora, caso sejam comprovadas as fraudes, os candidatos envolvidos serão eliminados do certame.

“Conforme o edital do certame da Polícia Militar do Estado de Alagoas (PMAL), se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, que o candidato se utilizou de processo ilícito, suas provas serão anuladas e ele será eliminado do concurso público”, diz trecho da nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *