Renan Filho assina nota onde governadores afirmam que aumento da gasolina é um “problema nacional”

O governador Renan Filho entrou na lista dos 20 governadores que divulgaram uma nota conjunta em respostas às acusações do presidente Jair Bolsonaro, que culpa os estados pelo aumento do preço do combustível.

Os governador afirma que o aumento do combustível é “um problema nacional”. “Os Governadores dos Entes Federados brasileiros signatários vêm a público esclarecer que, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis ao longo desse período. Essa é a maior prova de que se trata de um problema nacional, e, não somente, de uma unidade federativa. Falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”, diz a íntegra da nota.

E com o preço alto nas bombas, o embate entre o presidente e os governadores teve início. O preço médio da gasolina chegou na semana passada a R$ 6,076 por litro, contra R$ 6,059 por litro na semana anterior, o que representa uma alta de 0,28%. Nos 4.390 postos pesquisados pela ANP, o preço máximo chegou a R$ 7,199 o litro e, o mínimo, foi de R$ 5,19.

Bolsonaro tem cobrado publicamente que os estados reduzam o ICMS para que, dessa forma, os preços da gasolina e do diesel recuem, mas especialista dizem que a alta é resultado da desvalorização do real frente ao dólar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *